Manifestantes colocam fogo em 12 prédios de Ferguson em protesto por morte de jovem

Ao menos 12 prédios foram incendiados em Ferguson, no Estado norte-americano do Missouri, em uma onda de protestos após um júri ter decidido não indiciar um policial branco que matou a tiros um adolescente negro desarmado em agosto, informou a polícia.

REUTERS

25 de novembro de 2014 | 07h37

O chefe de polícia do Condado de St. Louis, Jon Belmar, disse ainda que ele pessoalmente ouviu cerca de 150 tiros durante a noite de protestos, saques e confrontos entre manifestantes e a polícia.

Ao menos 29 pessoas foram detidas, de acordo com a polícia.

Apesar de não haver relatos de ferimentos graves, o chefe de polícia disse que os distúrbios de segunda-feira à noite e madrugada de terça foram "muito piores" do que as manifestações que ocorreram logo após a morte de Michael Brown, de 18 anos, ao ser baleado pelo policial Darren Wilson, em 9 de agosto.

(Reportagem de Daniel Wallis e Ellen Wulfhorst)

Mais conteúdo sobre:
EUAFERGUSONPROTESTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.