AFP
AFP

Manifestantes são presos em sede eleitoral de Obama em Chicago

Polícia local experimentou o que deve ser uma semana de protestos por causa da Cúpula da Otan

REUTERS

14 Maio 2012 | 15h27

CHICAGO - Oito manifestantes foram presos na sede da campanha pela reeleição do presidente Barack Obama no centro de Chicago na segunda-feira, 14, dando à polícia local um primeiro gosto do que deve ser uma semana de protestos por causa da Cúpula da Otan neste fim de semana.

Cerca de 100 manifestantes se reuniram no QG de Obama em um edifício de frente para um lago logo pela manhã, enquanto as pessoas se dirigiam ao trabalho. Oito foram presos por transgressão por volta das 9 horas, disse a porta-voz da polícia de Chicago, Laura Kubiak.

De acordo com relatos da mídia local, dezenas de manifestantes entraram no prédio e subiram as escadas rolantes. O grupo, que foi organizado pelo movimento dos Trabalhadores Católicos, cantava música folk celebrando a paz.

Um representante da campanha de Obama não comentou de imediato o incidente.

Obama será o anfitrião de uma reunião de líderes da aliança militar da Otan que começa neste fim de semana. O encontro deve incluir a discussão sobre a piora da situação no Afeganistão.

Os organizadores do protesto disseram esperar que milhares de pessoas participem de um protesto contra a guerra.

Mais conteúdo sobre:
EUA CHICAGO MANIFESTACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.