Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Manifestantes se preparam para reivindicar reforma migratória nos EUA

Os organizadores querem reunir 100 mil pessoas que peçam ao presidente Barack Obama o cumprimento de sua promessa durante a campanha eleitoral de uma reforma migratória ampla

EFE

21 de março de 2010 | 06h50

Dezenas de milhares de pessoas procedentes de todo os Estados Unidos devem se manifestar neste domingo na frente do Capitólio, em Washington, para reivindicar uma reforma migratória.

 

A concentração da "Marcha pela América" está prevista a partir das 14h (16h de Brasília) no Mall, o grande parque em frente à sede do Congresso americano.

 

Os organizadores querem reunir 100 mil pessoas que peçam ao presidente Barack Obama o cumprimento de sua promessa durante a campanha eleitoral de uma reforma migratória ampla.

 

Ao longo da manhã do domingo estão previstos vários atos em preparação da manifestação principal. Uma organização convocou seus membros a se concentrarem às 11 da manhã em frente à Casa Branca, enquanto os bispos católicos devem oferecer uma missa para pedir pela reforma migratória. Outras vigílias estão previstas em diferentes pontos da cidade.

 

Os manifestantes reivindicarão o início de uma reforma que crie uma via para a legalização dos imigrantes ilegais que já se encontram nos EUA, permita aos trabalhadores trazer suas famílias e impeça a exploração do trabalho.

 

As manifestações acontecem três anos depois de outros eventos semelhantes por todo o país para reivindicar uma reforma que então terminou fracassando no Congresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.