Menor envolvido em massacre de Newark será julgado como adulto

Em agosto de 2007, três afro-americanos foram assassinados no pátio de uma escola; seis foram acusados pelas mortes

Efe,

30 de janeiro de 2008 | 05h16

O menor Alexander Alfaro, de 17 anos, um dos acusados pelo assassinato de três afro-americanos no pátio de uma escola em Newark (EUA), será julgado como adulto, informou nesta terça-feira a promotora Paula T. Dow. "O juiz James G. Troiano, da Corte Superior do condado de Essex, decidiu hoje que Alfaro, que supostamente teve um papel ativo nos brutais assassinatos de 4 de agosto (de 2007) em Newark, será julgado como adulto", disse Dow em comunicado. Alfaro, detido na Virgínia no final de agosto de 2007 e enviado a Nova Jersey, recebeu 18 acusações, entre elas três de assassinato, informou a promotoria. Dow indicou ainda que as acusações contra Alfaro passarão de um tribunal juvenil a um adulto para ser revisadas por um grande júri. No dia 4 de agosto de 2007, os estudantes universitários Iofemi Hightower e Dashon Harvey, ambos de 20 anos, e Terrance Aeriel, de 18, foram assassinados no pátio de uma escola de Newark, enquanto Natasha Aeriel, de 19, sobreviveu à agressão e colaborou com as autoridades para a identificação dos suspeitos. Além de Alfaro, foram acusadas outras cinco pessoas, duas delas menores.

Tudo o que sabemos sobre:
NewarkmassacreEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.