Mesmo perdendo hoje, Obama deve conseguir nomeação

Segundo recontagem da agência Associated Press, senador democrata já obteve os delegados necessários

Associated Press,

03 de junho de 2008 | 14h51

O senador Barack Obama deve conseguir a indicação Presidencial democrata nesta terça-feira, 3, mesmo se for derrotado nas duas primárias desta noite, em Dakota do Sul e Montana, segundo a recontagem dos delegados da agência de notícias Associated Press. Com a confirmação da vitória, Obama derrota sua rival Hillary Clinton e pode se tornar o primeiro candidato negro com reais chances de vencer a disputa pela Casa Branca.  Veja também:Cronologia da disputa democrata entre Hillary e ObamaCrescem rumores sobre saída de Hillary da disputa presidencialHillary não apelará para o 'tapetão', dizem aliados  Bill Clinton insinua desistência de Hillary Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA Confira a disputa em cada Estado Acompanhe a disputa entre os pré-candidatos  A recontagem da Associated Press é baseada em posições assumidas publicamente pelos delegados, além de alguns apoios já firmados em particular e apurados pela agência. O número também inclui 11 delegados que Obama deve garantir se conseguir 30% dos votos em Montana e Dakota do Sul nas primárias desta terça, 3. São necessário 2.118 delgados para conseguir a nomeação.  Ainda segundo a AP, a senadora Hillary Clinton teria dito a legisladores em Nova York nesta terça que está disposta a ser candidata a vice-presidente na chapa de Obama. A declaração foi dada em resposta a uma pergunta da deputada democrata Nydia Velazquez, que disse acreditar que a melhor forma de Obama conseguir apoio entre grupos como os hispânicos seria ter Hillary como vice. Segundo um dos presentes na reunião, Hillary teria dito que "está disposta a ser vice se isso ajudar na vitória do partido em novembro". Os rumores sobre a saída da ex-primeira-dama americana da corrida presidencial crescem nesta terça. Segundo fontes do comitê de Hillary, ela admitirá nesta noite que o senador tem delegados em quantidade suficiente para assegurar sua candidatura. Entretanto, em declarações à CNN, o conselheiro da campanha negou que Hillary concederá a nomeação a Obama.  De acordo com a CNN, a pré-candidata democrata disse que "absolutamente não" vai desistir da campanha em favor de Barack Obama nesta noite, segundo afirmou Terry McAuliffe, chefe da campanha eleitoral da senadora por Nova York.  "Ninguém tem o número (de delegados) suficiente para ser nomeado pelo Partido Democrata agora", disse McAuliffe, acrescentando que "eles estão 100% incorretos" e que após os resultados desta terça, a campanha começará a trabalhar o apoio dos superdelegados.  Pesquisa Uma pesquisa divulgada nesta terça-feira indica que o democrata Barack Obama pode vencer o virtual candidato republicano,John McCain nas eleições de novembro. De acordo com a análise USA Today/Gallup, o senador democrata tem 5 pontos de vantagem sob o republicano, com 49% contra 44%. A margem de erro é de 4 pontos, o que significa que Obama tem uma pequena vantagem diante de McCain, restando apenas cinco meses para as eleições gerais.  (Matéria ampliada às 17h15)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.