Milhares de canadenses ficam sem eletricidade por causa do Irene

Previsão é de que furacão deixe 100 milímetros de chuva na sua passagem por Québec, o que pode provocar inundações; Irene segue para o norte do Canadá

Efe,

29 de agosto de 2011 | 00h23

TORONTO - Cerca de 200 mil famílias da província canadense do Québec estão na noite de domingo, 28, sem eletricidade em consequência de chegada da tempestade tropical Irene.

 

A maioria das famílias afetadas estão ao sul da cidade de Montreal, a principal cidade do Québec, segundo informou a companhia de energia elétrica Hydro-Québec.

 

Irene, que provocou graves danos nos Estados Unidos e mais de uma dezena de mortos, perdeu sua categoria de furacão no início do domingo.

Mesmo assim, o governo do Québec advertiu sua população de que não menospreze a potência da tempestade que provocou ventos de até 65 km/h em Montreal e intensas chuvas na região.

 

O Centro de Furacões do Canadá advertiu que está previsto que "Irene" deixe 100 milímetros de chuva na sua passagem pelo Québec, o que pode provocar inundações, e que nas proximidades do olho da tempestade a velocidade do vento seja de 95 km/h.

 

O ministro da Segurança Pública do Québec, Robert Dutil, disse neste domingo durante uma entrevista coletiva que "é importante que o povo não menospreze Irene. Não é uma pequena tempestade, é uma tempestade enorme".

 

O Instituto Meteorológico do Canadá prevê que Irene siga nas próximas horas rumo ao nordeste do país, seguindo a rota do Rio São Lourenço, e que seus efeitos sejam notados nas províncias de Nova Brunswick e Nova Escócia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.