Ministro cubano apóia declaração de Obama sobre embargo

O ministro das Relações Exteriores deCuba, Felipe Perez Roque, disse na quarta-feira que vê com bonsolhos o apelo do presidenciável democrata norte-americanoBarack Obama para a redução do embargo imposto pelos EUA àilha. Num artigo publicado na terça-feira no jornal The MiamiHerald, o senador por Illinois, principal rival da favoritaHillary Clinton ao posto de presidenciável na chapa do PartidoDemocrata, propôs a redução das restrições de viagem e de enviode dinheiro impostas aos exilados cubanos que moram nos EUA. "Essas declarações parecem manifestar o sentimento damaioria dos Estados Unidos", disse Perez Roque, quando lhepediram que comentasse a proposta de Obama. Roque, que está em Brasília, disse a repórteres que asmedidas tomadas pelo governo Bush para reforçar o bloqueiocomercial que já dura décadas foram uma tentativa de "forçarnosso povo a se render pela fome e pela doença". O voto dos exilados cubanos tem sido considerado essencialpara os presidenciáveis norte-americanos na Flórida. Acomunidade está profundamente dividida sobre o embargocomercial, imposto por Washington desde 1962. "O bloqueio temde ser suspenso e os direitos de Cuba, respeitados", disseRoque. Na corrida para concorrer à Presidência em novembro de2008, Obama está atrás de Hillary, com 26 por cento de apoiocontra os 48 por cento dela entre os democratas e osindependentes de tendência democrata, segundo mostrou umasondagem do USA Today/Gallup no dia 7 de agosto. (Por Raymond Colitt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.