Mitt Romney lidera corrida Republicana nos EUA

O candidato republicano à eleição presidencial dos Estados Unidos, Mitt Romney, que já liderou e foi o mais cotado para representar os republicanos nas eleições presidenciais, está de volta à liderança.

BY JOHN WHITESIDES, REUTERS

17 de dezembro de 2011 | 17h41

Menos de três semanas antes que a batalha dos republicanos, de estado em estado, comece em Iowa para encontrar o melhor oponente ao presidente Barack Obama, as pesquisas mostram que o apoio ao seu principal rival, Newt Gingrich, já pode estar diminuindo.

Romney também ganhou um apoio importante na sexta-feira, o da governadora da Carolina do Sul, Nikki Haley.

Com outros candidatos lutando para ficar com uma parte do apoio a Gingrich, Romney foi um exemplo de decoro durante o debate final dos republicanos, na quinta-feira, antes do inicio da escolha de candidato em 3 de janeiro, em Iowa.

Romney deixou os rivais Ron Paul e Michele Bachmann atacarem Gingrich e se manteve acima do briga. Ele até chegou, em alguns momentos, a trocar elogios com o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Gingrich, que o havia ultrapassado nas pesquisas do mês passado.

"Seu novo objetivo agora é voltar a ser o candidato 'seguro e estável'. Ele pode deixar seus substitutos fazerem o seu trabalho", disse o estrategista republicano Ford O'Connel.

"Ele não precisa nem ganhar em Iowa, ele só precisa garantir que Gingrich não ganhe, e Ron Paul e Michele Bachmann podem ajudá-lo nisso."

Depois de uma semana em que intensificou suas críticas ao temperamento e capacidade de julgamento de Gingrich, atingindo o seu clímax quando Romney o chamou de "tolo", ele desligou sua máquina de ataques quando as luzes do debate foram acesas.

Uma pesquisa da Rasmussen mostrou que Romney, ex-governador de Massachussetts, tem uma ligeira vantagem sobre Gingrich em Iowa, um estado que Romney evitou esse ano, depois de gastar milhões lá em 2008 e perder.

Duas outras pesquisas mostram que Paul, um congressista republicano libertário, estava chegando ao segundo lugar, atrás de Gingrich em Iowa e acelerando rapidamente em direção a uma virada que quase certamente ajudaria Romney, ao parar a subida de Gingrich.

As pesquisas mostram que Romney também ainda está liderando em New Hampshire, estado onde ele concentrou seus esforços, deixando-o numa posição privilegiada para dominar a corrida com forte desempenho nos dois primeiros desafios.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAROMNEYELEICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.