Carlos Barria/Reuters
Carlos Barria/Reuters

Morre outra criança sob custódia da imigração americana, dizem EUA

No começo do mês, Jakelin Caal, 7, morreu horas depois de atravessar com seu pai a fronteira dos EUA com o México e ser detida pela Patrulha da Fronteira

O Estado de S.Paulo, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2018 | 16h53

TEXAS - Um menino de oito ano da Guatemala morreu sob a custódia do governo americano nesta terça-feira, 25, informaram autoridades dos Estados Unidos. Esta é a segunda morte de uma criança imigrante em detenção no país neste mês.

Autoridades americanas disseram que o menino morreu pouco após a meia-noite. A criança mostrou sinais de que estaria doente na segunda-feira e foi levada, junto com o pai, para um hospital em Alamogordo, no estado do Novo México. Lá, ele foi diagnosticado com resfriado e febre. A criança ficou em observação por 90 minutos e, após os médicos receitarem amoxicilina e ibuprofeno, foi liberado à tarde.

O menino foi levado novamente ao hospital na noite de segunda apresentando náuseas e vômito e morreu horas depois, informou o Departamento de Alfândega e Proteção a Fronteiras.

A agência disse que a causa da morte ainda não foi determinada e que notificou o Departamento de Segurança e o governo da Guatemala.

Uma criança de 7 anos, também da Guatemala, morreu no início deste mês após ser apreendida por agentes de fronteira. O corpo de Jakelin Caal foi levado para seu vilarejo natal na segunda./AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.