Morre terceira vítima de atirador em escola nos EUA

Uma garota que foi atingida por tiros em escola no estado de Washington, nos Estados Unidos, que matou duas outras garotas além do atirador, morreu devido a suas feridas, informou o Providence Regional Medical Center em Everett.

REUTERS

01 de novembro de 2014 | 13h40

Shaylee Chuckulnaskit, de 14 anos, morreu como resultado de ferimentos graves após sofrer um tiro na cebça durante o incidente de sexta-feira passada na cafeteria da Marysville-Pilchuck High School, a uma hora de Seattle.

"Nossos corações estão partidos pela morte de nossa linda filha", disse sua família em comunicado divulgado por meio do hospital. "Durante a curta vida de Shay, ela tem sido uma luz radiante nos trazendo inccrível alegria e felicidade".

Jaylen Fryberg, um jogador de futebol popular de 15 ano, abriu fogo com uma Berretta calibre .40 na mesa em que dois de seus primos e três amigos próximos estavam reunidos antes de se ferir fatalmente, disseram membros da família e testemunhas. O atirador organizou o encontro por mensagens de texto.

(Reportagem de Eric M. Johnson)

Mais conteúdo sobre:
EUAVITIMASHOOTING*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.