Morre último dos 12 atletas dos EUA campeões em Berlim-1936

Woodruff tinha 21 anos quando ganhou a medalha de ouro na prova de 800 metros

EFE,

02 de novembro de 2007 | 06h59

John Woodruff, último sobrevivente dos 12 atletas americanos que foram campeões olímpicos nos Jogos de Berlim, em 1936, morreu em Fountain Hills (Arizona), aos 92 anos, informou a sua viúva. Woodruff tinha 21 anos quando ganhou a medalha de ouro na prova de 800 metros. Ele foi um dos companheiros do lendário Jesse Owens, ganhador de quatro ouros sob o olhar atônito de Adolf Hitler, que queria aproveitar os Jogos na Alemanha para demonstrar a superioridade dos arianos. Segundo o jornal "The New York Times", que cita a viúva, Ruth Woodruff, de 37 anos, o ex-atleta morreu em conseqüência de problemas cardíacos e insuficiência renal crônica. Anos atrás, ele já tinha sofrido a amputação das duas pernas devido a problemas na circulação do sangue. Woodruff, conhecido como "Long John" por causa da sua larga passada, viveu o maior momento de sua carreira em 4 de agosto de 1936, quando ganhou de forma surpreendente a corrida de 800 metros nos Jogos de Berlim. Fechado no início da prova por atletas de maior experiência, como o canadense Phil Edwards e o italiano Mario Lanzi, ele tomou a arriscada decisão de baixar o ritmo. Saindo da última posição, com um explosivo sprint, passou por todos os seus oponentes e foi campeão olímpico, com um tempo de 1:52.9.

Tudo o que sabemos sobre:
MORTECAMPEÃOWOODRUFF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.