Mortes por surto de meningite sobem para 25 nos EUA

O número de mortes por um surto de meningite ligado a injeções contaminadas de esteroides nos Estados Unidos subiu para 25 nesta sexta-feira com mais uma vítima fatal no Tennessee, o Estado onde o problema foi descoberto pela primeira vez, disse o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

Reuters

26 de outubro de 2012 | 17h36

Em sua atualização diária sobre o surto, o centro afirmou que a morte mais recente elevou o número de fatalidades para 10 no Tennessee, o maior índice entre todos os Estados norte-americanos envolvidos no caso.

O Michigan registrou cinco mortes, enquanto Flórida e Indiana tiveram três cada um. Maryland e Carolina do Norte registraram uma morte cada.

Mais oito casos de meningite foram confirmados nesta sexta-feira, aumentando o total de casos no país para 331. Houve outros sete casos de infecção após a injeção de esteroides nas juntas, como joelho, quadril, ombro ou cotovelo.

Os novos casos registrados pelo CDC nesta sexta-feira foram em Maryland, Michigan, Minnesota, New Hampshire e Tennessee. Os casos foram descobertos em 18 dos 23 Estados que receberam o esteroide suspeito.

O esteroide foi fornecido pela companhia New England Compounding Center, de Massachusetts, que agora enfrenta múltiplas investigações. Autoridades sanitárias afirmaram que a fábrica perto de Boston falhou ao não produzir medicamentos em condições estéreis.

(Reportagem de Greg McCune)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAMENINGITESURTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.