Mortos por queda de ponte nos EUA chegam a nove

Pelo menos nove pessoas morreram durante a queda de uma importante ponte sobre o rio Mississippi no Estado norte-americano de Minnesota.Autoridades acreditam que o número de mortos deva aumentar uma vez que as operações de resgate sejam retomadas, na manhã desta quinta-feira.Partes da ponte interestadual 35W romperam na quarta-feira às cerca de 18h05 (20h05, horário de Brasília), caindo no rio, em suas margens e em uma outra estrada."Obviamente, esta é uma catástrofe de proporções históricas", disse o governador de Minnesota, Tim Pawlenty.Jim Clack, do Corpo de Bombeiros, informou jornalistas que sete mortes foram confirmadas, mas que o número de vítimas provavelmente deve subir.Cerca de 20 pessoas estavam desaparecidas quando as buscas foram suspensas, porque o escuro representava risco a mergulhadores procurando sobreviventes.De acordo com as autoridades, 60 pessoas foram levadas para hospitais. Um ônibus escolar com cerca de 60 alunos a bordo conseguiu escapar do acidente, embora 10 crianças tenham sido hospitalizadas.A causa da queda ainda é desconhecida, mas o Departamento de Segurança Interna dos EUA declarou que não há indicação de terrorismo.A ponte, construída em 1967, passava por uma reforma de superfície, sinalização e protetores laterais. Ela havia sido vistoriada em 2005 e 2006 e o Departamento de Transportes do Estado não encontrou defeitos estruturais.Segundo o departamento, cerca de 200 mil veículos usam diariamente a ponte de oito pistas. (Com reportagem de Todd Melby em Mineápolis e Diane Bartz e Andy Sullivan em Washington)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.