Mulher é presa com arma do lado de fora da Casa Branca após discurso de Obama sobre imigração

Uma mulher que protestava do lado de fora da Casa Branca na quinta-feira à noite foi presa por portar uma arma, informou o Serviço Secreto, pouco após o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ter iniciado um discurso para apresentar reformas no sistema imigratório dos EUA.

REUTERS

21 Novembro 2014 | 09h19

April Lenhart, de 23 anos, de Mount Morris, Michigan, foi detida por volta das 20h30 (22h30 no horário de Brasília), disse o porta-voz do Serviço Secreto Robert Hoback por email.

Obama havia começado há cerca de 30 minutos o discurso, no qual apresentou as maiores mudanças no sistema imigratório dos EUA em uma geração.

As ordens executivas do presidente reduzem o risco de deportação para cerca de 4,7 milhões de imigrantes sem documentos, o que deve gerar uma disputa com os parlamentares republicanos, que prometem combater o projeto do presidente.

O porta-voz do Serviço Secreto disse que a mulher estava protestando na grade norte do complexo da Casa Branca quando as autoridades viram um revolver em sua cintura.

Ela foi acusada de porte de arma de fogo sem registro e de carregar uma pistola sem permissão. Hoback disse que a mulher se recusou a fazer declarações às autoridades.

(Reportagem de Curtis Skinner, em San Francisco)

Mais conteúdo sobre:
EUACASABRANCAMULHERPRESA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.