Museu do Holocausto exibe 'momentos de lazer' em Auschwitz

Raro acervo mostra membros da polícia nazista no campo de concentração onde morreram milhares de judeus

19 de setembro de 2007 | 11h39

O Museu do Holocausto de Washington exibe a partir desta quarta-feira, 19, uma coleção de fotos inéditas e inusitadas do campo de concentração de Auschwitz-Birkneau, onde milhares de judeus foram massacrados pela polícia nazista, a SS. As fotos fazem parte de um acervo descoberto por uma sobrevivente judia e doadas em janeiro ao museu por um homem que não quis ser identificado.  As fotos mostram momentos de lazer dos generais nazistas, entre eles Karl Hocker, responsável pelo campo de concentração, o comandante Richard Baer e o médico Josef Mengele, bastante conhecido por suas experiências humanas bizarras com judeus. Entre as fotos, destacam-se algumas mulheres da SS tomando sobremesa ou os soldados em cadeiras de campo sob o sol.  O acervo é composto por 116 fotos, em sua maioria retratos dos "momentos de relaxamento" dos militares nazistas. Segundo matéria do The New York Times, as fotos revelam um "chocante contraponto" do que até agora foi revelado sobre Auschwitz. As imagens foram capturadas, em sua maioria, pelos próprios soldados da SS. Lily Jacob, uma judia húngara deportada para o campo em 1944, foi a responsável pelo achado. A galeria está disponível somente no formato online (aqui), já que os curadores do Museu do Holocausto ainda não têm a menor perspectiva de divulgar as imagens em uma exposição. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.