Na Letônia, Hillary completa 100 países visitados na diplomacia

A pequena Letônia ganhou nesta quinta-feira uma importância desproporcional a seu tamanho para a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, por se tornar o centésimo país visitado por ela no principal cargo da diplomacia dos EUA, mais do que qualquer antecessor.

REUTERS

28 de junho de 2012 | 10h23

Hillary chegou a Riga, a capital, procedente da Finlândia. Ela iria se reunir com estudantes universitários e líderes políticos letões antes de embarcar no mesmo dia para São Petersburgo, na Rússia.

A secretária disse ao presidente Andris Berzins que reservou um "número significativo" para a Letônia, e mais tarde contou ao primeiro-ministro Valdis Dombrovskis que se lembra de visitar o país há 18 anos, logo depois do fim do domínio soviético, na companhia de seu marido, o então presidente dos EUA Bill Clinton.

"Por tudo o que vocês conseguiram sob circunstâncias difíceis, eu gostaria de elogiá-los", afirmou.

Em termos de países visitados, Hillary já superou a recordista anterior, Madeleine Albright (no governo Bill Clinton), que viajou a 96 nações.

O Departamento de Estado diz que Hillary realizou desde o começo de 2009, quando assumiu o cargo, 70 viagens internacionais, num total de 337 dias. Só a bordo do seu avião oficial ela passou o equivalente a 73 dias.

Hillary já avisou que pretende deixar o cargo em janeiro, mesmo que o presidente Barack Obama seja reeleito.

(Reportagem de Andrew Quinn)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHILLARYLETONIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.