Nevasca e frio intenso atingem nordeste dos EUA

Uma forte nevasca atingiu o nordeste dos Estados Unidos nesta sexta-feira, provocando 2.000 atrasos e cancelamentos de voos, bloqueando estradas, fechando escolas e repartições públicas.

ELIZABETH DILTS E SCOTT MALONE, Reuters

03 de janeiro de 2014 | 13h08

A primeira grande tempestade de inverno de 2014 trouxe temperaturas geladas e ventos, que deixaram algumas áreas de Massachusetts com quase 60 centímetros de neve.

Boa parte dos nordeste dos EUA teve neve e queda de temperaturas no fim da quinta-feira e no início desta sexta, segundo Jared Guyer, meteorologista do Serviço Nacional do Clima.

O serviço disse que a massa de ar frio vai reduzir as temperaturas para níveis possivelmente recordes nesta sexta. Ainda está nevando em alguns lugares, como Boston, "mas provavelmente o pico da tempestade já passou", disse Guyer. Ele acrescentou que o frio e os ventos não davam sinais de que ficariam menos intensos.

Cerca de 1.550 voos foram cancelados e 431 estavam atrasados no início desta sexta-feira, de acordo com FlightAware.com, que monitora o tráfego aéreo.

O Aeroporto Internacional John F. Kennedy, em Nova York, suspendeu operações. Os três principais aeroportos da cidade preparam centenas de camas temporárias para acomodar os passageiros presos pelas condições do tempo. O aeroporto internacional de Boston afirmou que cerca de um quarto do seus voos foi cancelado na quinta-feira.

A Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, e os tribunais federais em Nova Jersey fecharam. Escolas fecharam em Nova York, Nova Jersey, Boston e Massachusetts.

A tempestade é o primeiro grande desafio do novo prefeito de Nova York, Bill de Blasio. A expectativa é que a cidade fique coberta com 20 centímetros de neve.

De Blasio disse num comunicado que cerca de 2.500 máquinas de retirar neve estavam nas ruas no início desta sexta. Ele pediu que os habitantes da cidade fiquem em casa.

Centenas de milhares de funcionários públicos federais em Washington foram orientados a trabalhar de casa ou tirar o dia de folga por causa da tempestade.

Um funcionário municipal morreu na Philadelphia depois que um monte de sal, usado para derreter o gelo, caiu sobre a máquina com a qual ele trabalhava, segundo a rede de TV NBC. Em Chicago, um homem caiu num lago congelado, foi retirado, mas está em estado grave,

(Reportagem adicional de Ian Simpson em Washington)

Tudo o que sabemos sobre:
EUANEVASCAFRIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.