No Dia de Ações de Graças, Obama pede união diante de crise

Presidente eleito diz que feriado tem conotação especial devido a situação do país; Bush passa a data em casa

Efe,

27 de novembro de 2008 | 20h22

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, comemorou o Dia de Ação de Graças em Chicago, cercado pela família, e pediu aos americanos que trabalhem unidos para "superarem juntos as adversidades", como fizeram os primeiros habitantes do país. No discurso semanal dos democratas, que esta semana foi antecipado por causa do feriado de Ação de Graças, Obama disse que esta festa tem neste ano uma conotação especial, dada a crise que o país enfrenta.  Veja também:Imagens do Dia de Ações de Graças  "Este Dia de Ação de Graças acontece em um momento de grande desafio para nosso povo", declarou. Obama ressaltou seu compromisso de "forjar um novo começo a partir do momento que tomar posse como presidente dos Estados Unidos." "O povo americano pode agradecer, que um novo e radiante dia está para chegar", disse, insistindo que é possível "renovar" a nação. O presidente eleito e sua mulher, Michelle, passaram o dia em Chicago, onde receberam parentes em casa. Na quarta-feira à noite, a família Obama distribuiu comida a pessoas carentes em uma igreja da cidade. Bush O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, comemorou nesta quinta-feira, 27, seu último Dia de Ação de Graças como chefe de Estado na residência oficial de Camp David (Maryland), cercado pela família, mas atento ao desenrolar da situação na cidade indiana de Mumbai, onde 125 pessoas morreram desde ontem em uma onda de ataques. Em seu programa semanal de rádio, Bush, em tom de despedida, agradeceu "às palavras amáveis e às orações de coração que muitos" americanos fizeram por sua pessoa "nos últimos oito anos". Bush também disse que "foi um privilégio" servir ao país como presidente e demonstrou sua gratidão aos soldados em missão no Iraque e no Afeganistão. Em outro trecho do programa, o presidente em fim de mandato declarou estar feliz por sua mãe, a ex-primeira-dama Barbara Bush, estar se recuperando bem de uma cirurgia no estômago.

Tudo o que sabemos sobre:
Ações de GraçasEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.