Nobel de Economia defende candidatura de Barack Obama

Vencedor do prêmio em 2002, Edmund Phelps aprova propostas de desenvolvimento e inclusão do senador

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

26 de maio de 2008 | 13h58

O economista e prêmio Nobel de Economia de 2002, Edmund Phelps, sinalizou nesta segunda-feira, 26, que apóia a plataforma do pré-candidato Barack Obama na disputa com Hillary Clinton pela candidatura democrata à Presidência dos Estados Unidos. Em palestra no XX Fórum Nacional, que acontece na sede do BNDES no Rio de Janeiro, o economista fez duras críticas ao sistema de bem estar social defendido por Hillary Clinton.   Veja também: Discreto, Bush arrecada dinheiro para campanha republicana Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA  Acompanhe a disputa entre os pré-candidatos     Segundo ele, os benefícios sociais acabam por eliminar políticas econômicas voltadas para o dinamismo e inclusão social e, com isso, induzem os trabalhadores a se amparar no sistema e deixar a força de trabalho do país. "Entre Hillary Clinton, que faz campanha pelo bem estar social, e Barack Obana que faz campanha em prol do desenvolvimento e inclusão, sei muito bem de que lado me coloco", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.