Nova pesquisa renova ânimo dos Democratas na Califórnia

O democrata Jerry Brown, criticado por começar mal sua campanha a governador da Califórnia, abriu uma pequena vantagem sobre a concorrente republicana e ex-dona do eBay, Meg Whitman, de acordo com uma pesquisa divulgada neste domingo.

DAN LEVINE, REUTERS

26 de setembro de 2010 | 17h26

A nova sondagem do jornal Los Angeles Times e da Universidade da Califórnia do Sul também mostra que a candidata democrata ao senado Barbara Boxer - que enfrenta a reeleição mais dura de sua carreira - ampliou a margem que a separa da adversária republicana Carly Fiorina, ex-CEO da Hewlett-Packard.

Brown, ex-governador e atualmente promotor do estado, tem 49 ponto percentuais contra 44 de Whitman entre os eleitores prováveis, mostrou a pesquisa. E Boxer agora supera Fiorina com 51 por cento dos votos prováveis contra 43 da rival.

Whitman, a bilionária ex-CEO da eBay, contribuiu com inéditos 119 milhões de dólares de seu próprio dinheiro para a campanha ao governo do estado. Se isso lhe permitiu gastar mais que Brown, não se traduziu em sucesso nas pesquisas na véspera da eleição de 2 de novembro em um estado no qual os democratas contam com uma maioria de eleitores registrados.

Alguns democratas expressaram nos bastidores a preocupação de que Brown não está esforçando o suficiente na campanha, embora ele tenha garantido seus questionadores que a verdadeira corrida começaria após o dia do trabalho nos EUA, em 6 de setembro.

Fiorina adotou uma postura combativa contra Boxer, que busca seu quarto mandato e é grande apoiadora da agenda do presidente Obama. O alto desemprego e temores sobre a economia deixaram os democratas e seus candidatos vulneráveis em todo o país.

Mas Whitman e Fiorina parecem limitadas pelas impressões negativas que têm junto aos eleitores californianos. Os índices desfavoráveis de Fiorina entre os eleitores prováveis significam uma perda de cinco pontos percentuais, enquanto Whitman sofre uma desvantagem de dez pontos, apontou a recente pesquisa.

Os eleitores prováveis -- a eleição nos EUA é opcional -- estão divididos em suas impressões tanto de Brown quanto de Boxer, ainda segunda a mesma sondagem.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAELEICAODEMOCRATAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.