Obama adverte presidente sírio contra uso de armas químicas

O presidente norte-americano, Barack Obama, advertiu nesta segunda-feira o presidente sírio, Bashar al-Assad, a não usar armas químicas contra as forças de oposição, dizendo que haverá consequências se isso acontecer.

Reuters

03 de dezembro de 2012 | 21h05

"O mundo está observando", disse Obama a um grupo de especialistas sobre proliferação nuclear.

"O uso de armas químicas é e será totalmente inaceitável e se você cometer o trágico erro de usar essas armas, haverá consequências e você será responsabilizado", disse o presidente.

(Reportagem de Steve Holland e Matt Spetalnick)

Mais conteúdo sobre:
EUAOBAMASIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.