Obama agradece Putin por cooperação em investigação de explosões em Boston

O presidente norte-americano, Barack Obama, agradeceu nesta sexta-feira o presidente russo, Vladimir Putin, pela estreita cooperação de Moscou no combate ao terrorismo, após os atentados na Maratona de Boston, e eles concordaram em continuar a trabalhar juntos em questões de segurança.

Reuters

19 de abril de 2013 | 20h49

Os dois irmãos suspeitos no atentado são da etnia chechena e viveram na região russa do Daguestão há mais de uma década, antes de se mudarem para os Estados Unidos com a família.

"O presidente Putin expressou suas condolências em nome do povo russo pela trágica perda de vidas em Boston", disse a Casa Branca em comunicado resumindo o telefonema dos líderes.

Obama "elogiou a estreita cooperação que os Estados Unidos receberam da Rússia no combate ao terrorismo, inclusive na sequência do ataque de Boston", disse a Casa Branca.

Três pessoas morreram nas explosões perto da linha de chegada da Maratona de Boston na segunda-feira.

(Reportagem de Matt Spetalnick)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAPUTIN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.