Obama alerta Congresso dividido de que agirá sozinho

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu na terça-feira passar ao largo de um Congresso dividido e adotar ele mesmo medidas para fortalecer a classe média do país, em seu discurso anual do Estado da União, que ele usou para tentar reanimar o segundo mandato depois de um ano turbulento.

Reuters

29 de janeiro de 2014 | 09h20

Falando na Câmara dos Deputados perante parlamentares, membros da Suprema Corte e convidados importantes, Obama declarou sua independência do Congresso revelando uma série de ordens executivas e decisões, movimentos que devem inflamar as já tensas relações entre o presidente, do Partido Democrata, e os oposicionistas republicanos.

(Por Steve Holland)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAESTADODAUNIAODISCURSO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.