Obama apresenta medidas para estimular poupança à aposentadoria

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou no sábado novas medidas para encorajar os norte-americanos a pouparem dinheiro para a aposentadoria, medida que segundo a Casa Branca vai deixar a economia em uma posição mais forte no futuro.

JEFF MASON, REUTERS

05 de setembro de 2009 | 09h40

Obama, em seu discurso semanal no rádio e na Internet, disse que o governo vai decretar regras facilitando com que empresas pequenas permitam que os trabalhadores se inscrevam automaticamente em programas e planos de aposentadoria.

Pagamentos por férias não tiradas e licenças por doenças podem ser convertidas em economias para a aposentadoria de acordo com as novas medidas e os norte-americanos poderão ter a restituição de impostos diretamente depositada em suas contas de aposentadoria.

As medidas não exigem aprovação do Congresso e a maioria delas entrará em vigor imediatamente.

"Temos que reavivar essa economia e reconstruí-la mais forte do que antes", disse Obama no discurso. "E garantir que as pessoas tenham a oportunidade e o incentivo para poupar -- para uma casa ou faculdade, para a aposentadoria ou um dia de chuva -- é essencial para esse esforço".

Tudo o que sabemos sobre:
EUAAPOSENTADORIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.