Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Obama aprova ajuda de US$ 7,5 bilhões ao Paquistão

Objetivo dos EUA é firmar parceria e 'compromisso público' de melhorias para o povo paquistanês

Reuters e Associates Press,

15 de outubro de 2009 | 13h25

O presidente dos EUA, Barack Obama, assinou nesta quinta-feira, 15, uma lei que triplica a ajuda não militar ao Paquistão e eleva o valor a US$ 7,5 bilhões a serem enviados ao país nos próximos cinco anos, informou a Casa Branca.

 

"Essa lei é uma manifestação tangível da ajuda americana ao Paquistão, que evidencia sua passagem bipartidária, bicameral e unânime no Congresso", afirmou Robert Gibbs, porta-voz da Casa Branca.

 

Segundo Gibbs, Obama quer engajar o Paquistão em uma parceria "firmada na ajuda para as instituições democráticas do Paquistão e ao povo paquistanês". "Esse ato formaliza a parceria, baseada em um compromisso público em melhorar as condições de vida do povo paquistanês por meio do desenvolvimento econômico sustentável, o fortalecimento da democracia e a força das leis, e o combate do extremismo Qu e ameaça o país e os EUA", finalizou o porta-voz.

 

As autoridades paquistaneses, entretanto, afirmam que algumas medidas dos EUA intervêm na soberania do governo no país e compromete assuntos internos.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoEUAObama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.