Obama comentará medidas dos EUA após ataque fracassado a avião

O presidente norte-americano, Barack Obama, irá defender que os Estados Unidos mantenham a pressão sobre seus inimigos em sua primeira reação pública à tentativa de ataque a um avião que seguia para Detroit, disse um porta-voz da Casa Branca nesta segunda-feira.

REUTERS

29 de dezembro de 2009 | 02h00

"Ele descreverá os passos imediatos que o governo tomou para assegurar a segurança do público em viagem", disse o porta-voz Bill Burton.

"Ele acredita que é crucial que aprendamos com este incidente e tomemos as medidas necessárias para prevenir ataques futuros de terrorismo, e ele mencionará o fato de que precisamos manter a pressão sobre aqueles que possam atacar nosso país", afirmou.

Obama deverá fazer um discurso no Havaí na tarde desta segunda-feira.

Segundo uma fonte ouvida pela Reuters, o governo norte-americano diminuiu as regras de segurança reforçadas após o ataque frustrado a um avião da Delta no dia de Natal.

De acordo com a fonte, as companhias aéreas serão as responsáveis por optar em restringir o movimento de passageiros na aeronave durante o voo.

(Reportagem de Jeff Mason)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.