Obama concorda em trabalhar com o Canadá em energia limpa

Os Estados Unidos e o Canadá, dois grandes emissores de gases causadores do efeito estufa, concordaram nesta quinta-feira em trabalhar juntos em novas tecnologias energéticas para conter mudanças climáticas, dizendo ser esta a chave para a recuperação da recessão mundial. O acordo foi anunciado em Ottawa durante a primeira viagem internacional do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na qual ele conversou com o primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, e prometeu renovar a relação histórica entre os dois vizinhos. Obama acalmou os temores canadenses sobre a cláusula "Buy American" do pacote de estímulo econômico norte-americano de 787 bilhões de dólares acertado na última semana. Canadenses temem que isso afetará o comércio entre os dois países. "Agora é a hora na qual temos que ser muito cuidadosos sobre qualquer sinal de protecionismo", disse Obama em coletiva de imprensa conjunta após horas de conversas com Harper. Ele enfatizou que os EUA irão cumprir suas obrigações comerciais internacionais. "Eu estou confiante de que os EUA irão respeitar suas obrigações e continuarão a ser líderes sobre a necessidade de comércio globalizado", disse Harper. (Reportagem adicional de Doug Palmer em Washington e Randall Palmer em Ottawa)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.