Obama critica declarações de Bill Clinton na campanha de Hillary

O pré-candidatodemocrata à Casa Branca Barack Obama disse que as recentescríticas vindas do ex-presidente Bill Clinton contra ele são"preocupantes" e precisam ser respondidas. Obama, que disputa a indicação democrata à Presidência comHillary Clinton, mulher do ex-presidente, disse que BillClinton fez declarações inverídicas a seu respeito. "Vocês sabem que o ex-presidente, por quem eu acho quetodos nós temos muita estima, levou sua defesa em nome damulher a um nível que eu acho bastante preocupantes", afirmouObama em entrevista ao programa "Good Morning America", queserá exibida nesta segunda-feira. "Ele continua fazendo declarações que não são apoiadaspelos fatos -- seja sobre meu histórico de oposição à guerra doIraque ou nossa abordagem à organização em Las Vegas", disseele. "Isso se tornou um hábito, e uma das coisas que temos defazer é confrontar diretamente Bill Clinton quando ele estáfazendo declarações que não são factualmente precisas." Bill Clinton é uma presença constante na campanha dasenadora Hillary, e faz ataques cada vez mais freqüentes aObama, principal adversário dela na disputa. Recentemente, o ex-presidente chamou de "conto de fadas" aidéia de que Obama foi contra a guerra do Iraque desde oprincípio. Afirmou também que colocá-lo na Casa Branca seriacomo arriscar em um jogo de dados, e acusou sindicalistas deNevada, favoráveis a Obama, de intimidar o eleitorado deHillary. Hillary venceu as prévias de New Hampshire e Nevada,enquanto Obama ficou em primeiro no "caucus" de Iowa. A campanha de Hillary divulgou nota reiterando as críticasa Obama e manifestando apoio ao ex-presidente. "Entendemos que o senador Obama fique frustrado por suaderrota em Nevada, mas fatos são fatos. Os aliados do senadorObama em Nevada adotaram táticas agressivas e de intimidaçãocontra nossos seguidores, e seu histórico contra a guerra temsido inconsistente", disse Phil Singer, porta-voz da senadora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.