Michael Dwyer/AP
Michael Dwyer/AP

Obama deve fazer discurso no funeral de Ted Kennedy

Corpo do senador democrata deve ser levado nesta quinta para Boston, onde será velado por dois dias

27 de agosto de 2009 | 08h23

 O corpo do senador Edward Kennedy será levado nesta quinta-feira, 27, da casa de sua família em Hyannis Port para a Biblioteca Presidencial JFK, em Boston, onde os americanos poderão se despedir durante dois dias do senador. No sábado, quando o corpo será enterrado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, deve fazer um discurso durante o funeral na Basílica Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Boston, onde o senador costumava rezar diariamente quando sua filha Kara lutava contra um câncer.

Veja também:

lista Perfil: Câncer põe fim a trajetória do 'último Kennedy'

especialEspecial: Conheça os membros da Dinastia Kennedy

mais imagens Fotos: Veja  imagens de Ted Kennedy

video Vídeo: Assista no YouTube discurso na convenção democrata em 2008

especial Especial: Cronologia da vida do senador

lista Quatro momentos na vida de Ted Kennedy

O patriarca dos Kennedy, que morreu na madrugada de terça para quarta-feira vítima de um câncer cerebral, será enterrado no sábado junto a seus irmãos John e Robert, em cerimônia privada no Cemitério Nacional de Arlington, perto de Washington.

Os ex-presidentes Jimmy Carter, Bill Clinton, George H. Bush e George W. Bush devem ir aos funerais de Ted Kennedy. O senador morreu aos 77 anos na noite de terça-feira em sua casa depois de uma luta contra o câncer cerebral.

Como outros membros da família Kennedy, a vida do senador Ted Kennedy também foi marcada por glórias e tragédias. Para analistas, ele sintetizou a mistura de virtudes e vícios políticos que definiram a mais proeminente dinastia política dos Estados Unidos.

O assassinato de seus dois irmãos John e Robert Kennedy - o primeiro em 1963, dois anos após assumir a presidência dos Estados Unidos, e o segundo em 1968, quando disputava a nomeação do partido Democrata - colocou sobre os ombros do caçula Edward a expectativa de um dia chegar ao posto mais alto da nação. Ele nunca chegou a cumprir a meta. Suas ambições políticas foram reduzidas pelo escândalo da morte de uma ex-secretária de seu irmão, Mary Jo Kopechene, em um acidente com o carro que ele dirigia em 1969.

Dos nove descendentes de Joseph e Rose Kennedy, está viva apenas uma filha, Jean Kennedy Smith, que foi embaixadora na Irlanda sob a Presidência de Bill Clinton. Há duas semanas, em 12 de agosto, morreu outra das irmãs, Eunice Kennedy Shriver.

Tudo o que sabemos sobre:
Ted KennedyObamavelóriofuneral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.