Obama discute protocolo de isolamento após caso de Ebola nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, discutiu nesta terça-feira "protocolos de isolamento rigorosos" com o chefe do Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) para limitar o risco de mais casos de Ebola, após um diagnóstico realizado em Dallas, informou a Casa Branca.

REUTERS

30 de setembro de 2014 | 21h33

Obama foi informado sobre o caso de Dallas pelo Dr. Tom Frieden, diretor do Centro de Controle de Doenças.

Obama e Frieden "discutiram os protocolos rigorosos de isolamento em que o paciente está sendo tratado, bem como os esforços em curso para rastrear os contatos do paciente para reduzir o risco de casos adicionais", disse a Casa Branca.

"O Dr. Frieden observou que o CDC tinha se preparado para um caso de Ebola nos Estados Unidos, e que temos a infraestrutura para responder de forma segura e eficaz", disse o comunicado.

(Reportagem de Steve Holland)

Mais conteúdo sobre:
EUAOBAMAEBOLA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.