Pablo Martinez Monsivais/AP
Pablo Martinez Monsivais/AP

Obama diz que Biden apresentou boas medidas para reduzir violência armada

Presidente afirma que integrantes do Congresso terão de examinar a própria consciência no momento de votar as propostas.

Reuters

14 de janeiro de 2013 | 15h47

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira, 14, que seu vice-presidente, Joe Biden, desenvolveu uma lista de medidas sensíveis e de bom senso para reduzir a violência armada no país e que ele irá levá-las em consideração.

Obama disse em entrevista coletiva que uma checagem mais eficaz do histórico de compradores de armas, um maior controle sobre cartuchos com alta capacidade para munição e uma proibição de armas de assalto são propostas que ele acredita fazer sentido.

Obama apresentará algumas propostas para reduzir a violência com armas como resultado do massacre no mês passado em uma escola em Newtown, Connecticut, no qual 20 crianças e seis adultos foram assassinados.

Ele disse que espera analisar as propostas de Biden e então ter uma "apresentação mais completa" de propostas para combater a violência armada ainda nesta semana. Obama afirmou ainda que os integrantes do Congresso terão de examinar sua própria consciência no momento de votar as propostas.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAcontrole de armasBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.