Obama diz que golpe em Honduras pode ser 'precedente terrível'

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, classificou nesta segunda-feira como um "precedente terrível" se o golpe em Honduras não for revertido e o presidente Manuel Zelaya reintegrado ao poder.

REUTERS

29 de junho de 2009 | 17h40

Obama disse, depois de um encontro com o presidente colombiano, Álvaro Uribe, que os EUA vão trabalhar com a Organização dos Estados Americanos (OEA) e outros organismos e autoridades para conseguir que Zelaya volte ao poder.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHONDURASILEGAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.