Obama diz que pressão sobre o Irã tem de ser mantida

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse que ele e o presidente francês, Nicolas Sarkozy, concordaram durante negociações nesta quinta-feira sobre a necessidade de manter a pressão sobre o Irã por conta de seu programa nuclear.

REUTERS

03 de novembro de 2011 | 08h39

"Tivemos a oportunidade de conversar sobre uma série de questões de segurança", disse Obama a jornalistas após reunião com Sarkozy antes da cúpula do G20, que será realizada na cidade francesa de Cannes.

"Uma questão em particular que eu gostaria de mencionar é a ameaça ainda presente apresentada pelo programa nuclear do Irã. A AIEA (Agência Internacional de Energia Nuclear da ONU) deve divulgar um relatório sobre o programa nuclear do Irã na próxima semana e o presidente Sarkozy e eu concordamos sobre a necessidade de manter a pressão sem precedentes sobre o Irã para que cumpra suas obrigações."

(Reportagem Laura MacInnis e Alister Bull)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.