Obama diz que Sandy ainda não acabou; governo vai ajudar regiões

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta terça-feira que o governo federal fará tudo o que puder para ajudar autoridades locais a lidar com os danos provocados pelo furacão Sandy.

Reuters

30 de outubro de 2012 | 17h20

O presidente, falando na sede nacional da Cruz Vermelha americana, disse que a tempestade, que atingiu algumas das áreas mais densamente povoadas do leste dos Estados Unidos na segunda-feira, "ainda não acabou" e que ainda havia riscos.

"Ainda está se movendo para o norte", disse. "Ainda há comunidades que podem ser afetadas. Então, quero enfatizar que há riscos de inundações, há riscos de queda de linhas de transmissão de energia, riscos de ventos fortes."

A Casa Branca informou que Obama viajará a Nova Jersey na quarta-feira para inspecionar os danos causados pela passagem da tempestade.

(Reportagem de Mark Felsenthal)

Tudo o que sabemos sobre:
EUASANDYOBAMAAJUDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.