Pablo Martinez Monsivais/AP
Pablo Martinez Monsivais/AP

Obama e Cameron elogiam prazo de retirada no Afeganistão

Conferência em Cabul estabelece 2014 como data para saída de tropas da Otan do país

estadão.com.br

20 de julho de 2010 | 15h37

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron, elogiaram nesta terça-feira, 20, em Washington, o prazo de quatro anos estabelecido para a retirada de tropas da Otan do Afeganistão, confirmado hoje por uma conferência sobre o confronto contra o Taleban, realizada em Cabul

Veja também:

linkPresidente afegão prevê saída da Otan para 2014

linkEUA buscam diálogo com Taleban, diz 'Guardian'

"Foi mais um passo adiante", disse Obama em entrevista coletiva. "Apoiamos firmemente os planos do presidente afegão para a transição". Cameron também elogiou a medida. "Foi um avanço extraordinário", afirmou.

 

A Conferência de Cabul reuniu a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, o presidente afegão, Hamid Karzai, o ministro britânico das relações exteriores, William Hague, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Cameron faz sua primeira visita aos EUA desde que assumiu o cargo em maio. Na pauta do encontro também foram discutidos o impasse nuclear iraniano, o conflito no Oriente Médio, o vazamento de óleo da BP no Golfo do México, a recuperação econômica mundial a libertação de Abdel Basset al-Megrahi condenado pelo atentado de Lockerbie em 1988, no qual 270 pessoas morreram.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoObamaCameronTaleban

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.