Obama e Hillary trocam amenidades em debate

Os pré-candidatosdemocratas à Presidência dos Estados Unidos Barack Obama eHillary Clinton prometeram acabar com uma recente disputaracial envolvendo suas campanhas e elogiaram-se mutuamente pelocomprometimento com os direitos civis. Os dois principais adversários democratas concordaram que apolêmica sobre a questão racial acabou exacerbada porseguidores fervorosos de ambos os lados, e disseram que omomento é de se concentrar em assuntos relevantes para oseleitores norte-americanos. "Nós dois temos seguidores algumas vezes incontroláveis",disse Hillary, senadora por Nova York e ex-primeira-dama dopaís, durante um debate em Nevada. "Precisamos colocar essacampanha onde ela deve estar. Somos todos uma família noPartido Democrata." Obama, senador de Illinois que pode ser o primeiropresidente negro dos EUA, disse que Clinton e os outrosprincipais pré-candidatos, incluindo o ex-senador pela Carolinado Norte John Edwards, são todos comprometidos com os direitoscivis. "Não podemos superar esses desafios a menos que estejamosjuntos e não caíamos nas mesmas armadilhas de divisão quetivemos no passado", disse ele. No domingo, Clinton havia acusado Obama de distorcerdeclarações dela sobre o líder dos direitos civis nos EUAMartin Luther King. Com a vitória de Obama em Iowa e a recuperação de Clintonem New Hampshire, a prévia de Nevada será a próxima batalha nadisputa pela indicação interna do Partido Democrata paraconcorrer nas eleições de novembro. (Por John Whitesides)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.