Obama e Modi buscam aprofundar laços entre EUA e Índia

O presidente norte-americano, Barack Obama, e o novo primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, reuniram-se nesta terça-feira para aprofundar os laços entre os dois países, que já vêm melhorando, mas terminaram sua segunda conversa em dois dias sem grandes acordos.

REUTERS

30 de setembro de 2014 | 20h40

Falando aos repórteres no Salão Oval, Obama e Modi disseram ter discutido uma vasta gama de tópicos – do comércio à exploração espacial, da mudança climática à ameaça do Estado Islâmico no Oriente Médio.

“Já temos as fundações de uma parceria forte”, afirmou Modi, sentado ao lado de Obama. “Agora temos que reencontrar o ímpeto e extrair o melhor disso para nosso povo e para o mundo.”

Uma relação melhor entre Estados Unidos e Índia, as duas maiores democracias do mundo, tem o potencial de funcionar como contrapeso à China, cuja movimentação na área Ásia-Pacífico criou tensões regionais.

Embora os dois líderes não tenham anunciado acordos de peso sobre uma série de temas, prometeram estreitar as relações de trabalho, o que arejou o ambiente, já que no início deste ano a Índia expressou revolta com a prisão de uma de suas diplomatas em Nova York, acusada de fraudar um visto e pagar menos que um salário mínimo à sua babá.

(Por Steve Holland e David Brunnstrom)

Mais conteúdo sobre:
EUAOBAMAMODI*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.