Pete Souza/Casa Branca
Pete Souza/Casa Branca

Obama e Netanyahu garantem unidade contra programa nuclear do Irã

Presidente americano recusou encontro com líder israelense, mas os dois conversaram hoje por telefone

Reuters

28 de setembro de 2012 | 15h15

WASHINGTON - O presidente dos EUA, Barack Obama, e o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, expressaram nesta sexta-feira, 28, solidariedade a respeito do objetivo de evitar que o Irã adquira uma arma nuclear, informou a Casa Branca, em meio a sinais da diminuição das tensões sobre as diferenças de como enfrentar Teerã.

 

Veja também:

linkIsraelenses não veem guerra com Irã este ano após discurso de Netanyahu

linkDesenho de bomba de Netanyahu foi feito para criar impacto

 

Obama, que optou por não se reunir com o líder israelense durante sua viagem aos Estados Unidos, falou por telefone com Netanyahu, que usou seu discurso de quinta-feira na Organização das Nações Unidas (ONU) para pressionar que os EUA estabeleçam uma "linha vermelha" para o Irã. Mas Netanyahu também sinalizou que um ataque às instalações nucleares do Irã não era iminente antes das eleições presidenciais dos EUA, em 6 de novembro.

 

"Os dois líderes destacaram que estão em completo acordo sobre o objetivo compartilhado de evitar que o Irã obtenha uma arma nuclear", disse a Casa Branca em um comunicado.

 

Mitt Romney, rival republicano de Obama nas eleições presidenciais programadas para novembro, se reuniu com Netanyahu nesta sexta.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAISRAELIRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.