Obama está determinado a agir contra violência armada, diz Biden

Vice-presidente se reuniu com vítimas da violência armada e defensores do controle do porte de armas

Reuters

09 de janeiro de 2013 | 15h30

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está "determinado a tomar uma ação" contra a violência com armas e considera emitir ordens executivas para evitar futuros ataques semelhantes ao massacre do mês passado em uma escola de Connecticut, disse o vice-presidente do país, Joe Biden, nesta quarta-feira, 9.

Biden falou com jornalistas no início de uma reunião na Casa Branca com vítimas da violência armada e defensores do controle do porte de armas, como parte de seus esforços para criar um pacote de recomendações solicitado por Obama para este mês.

Tudo o que sabemos sobre:
EUABarack Obamacontrole de armas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.