Obama impõe sanções ao governo da Líbia

Presidente dos EUA assina uma ordem executiva para bloquear bens e transações relacionadas ao país do norte africano

REUTERS

25 de fevereiro de 2011 | 22h43

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou na sexta-feira a imposição de sanções à Líbia, que tem reprimido com violência as manifestações populares.

Veja também:

especialLinha do Tempo: 40 anos de ditadura na Líbia

documento Arquivo: Kadafi nas páginas do Estado

especialInfográfico:  A revolta que abalou o Oriente Médio

blog Radar Global: Os mil e um nomes de Kadafi

lista Análise: Hegemonia de Kadafi depende de Exército fraco

Obama assinou uma ordem executiva para bloquear bens e transações relacionadas ao país do norte africano, onde parte da população exige o fim do regime comandado há 41 anos pelo líder Muammar Gaddafi.

"Essas sanções, portanto, têm como alvo o governo de Gaddafi, protegendo os bens que pertencem ao povo da Líbia", afirmou Obama em comunicado.

Veja também:

linkDiplomata da Líbia na ONU pede que colegas abandonem Kadafi

linkKadafi desafia potências ocidentais em novo discurso

linkONU pede investigação sobre possíveis crimes de guerra na Líbia

linkEUA anunciam sanções contra a Líbia


 

Tudo o que sabemos sobre:
LibiaEstados Unidosinternacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.