Obama nomeará enviado para fechar Guantánamo

Atual secretário-assistente de Estado para Assuntos Europeus deverá negociar transferência de detentos

Agência Estado e Associated Press,

11 de março de 2009 | 11h14

Funcionários da administração norte-americana afirmaram nesta quarta-feira, 11, que o presidente Barack Obama está pronto para nomear um enviado especial para monitorar o fechamento da prisão na Baía de Guantánamo. Dois altos funcionários afirmam que o veterano diplomata Daniel Fried será nomeado para o novo posto. A medida é destinada a demonstrar a seriedade do novo governo para fechar a controversa detenção. Os funcionários falaram sob condição de anonimato, pois a nomeação não foi tornada pública. Fried atualmente é secretário-assistente de Estado para Assuntos Europeus. Parte de seu novo trabalho será negociar com outros governos a transferência de detentos que estão na prisão de Guantánamo, localizada na base militar norte-americana em território cubano. Devem ser transferidos para outras nações os detentos que não representam uma ameaça, mas podem sofrer perseguição em seus países de origem, caso retornem. Vários governos europeus se disseram dispostos a receber essas pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
GuantánamoBarack ObamaEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.