Obama ordenará fechamento de Guantánamo, diz auxiliar

O presidente eleito dos EUA, Barack Obama, assinará um decreto provavelmente em sua primeira semana no cargo determinando o fechamento da Base Naval de Guantánamo, em Cuba, disse um conselheiro da equipe de transição de Obama na segunda-feira. Apesar de tal ordem, a prisão não deve ser fechada imediatamente até que se encontre uma solução para abrigar seus ocupantes. Obama disse repetidamente durante sua campanha pela Casa Branca que a prisão para suspeitos de terrorismo, um símbolo global dos abusos dos EUA contra prisioneiros, tinha de ser fechada. "Haverá um decreto executivo sobre o fechamento de Guantánamo", disse o auxiliar à Reuters, acrescentando que a medida seria tomada provavelmente nos primeiros dias de Obama no governo. (Reportagem de Jeff Mason)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.