Obama pede ao Congresso US$83,4 bi extras para militares

O presidente norte-americano, Barack Obama, pediu ao Congresso nesta quinta-feira 83,4 bilhões de dólares para financiar operações militares no Iraque e no Afeganistão, dizendo que a situação de segurança ao longo da fronteira entre Afeganistão e Paquistão é urgente.

REUTERS

09 de abril de 2009 | 21h52

"O Talibã está ressurgindo e a Al Qaeda ameaça a segurança da América de seu porto seguro ao longo da fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão", disse Obama em uma carta para Nancy Pelosi, a presidente da Câmara dos Deputados, divulgada pela Casa Branca.

Obama afirmou que 95 por cento dos 83,4 bilhões de dólares em financiamento suplementar requerido por ele darão suporte às operações militares dos Estados Unidos no Iraque e o esforço norte-americano para desorganizar e derrotar a al Qaeda.

(Texto de David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAGUERRASFINANCIAMENTOPEDE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.