Obama pedirá na ONU apoio à negociação palestino-israelense

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fará um apelo na Organização das Nações Unidas, nesta quinta-feira, por apoio internacional para o processo de paz no Oriente Médio, pedindo aos líderes mundiais que se certifiquem de que "desta vez seja diferente" em relação ao fracasso dos esforços anteriores.

REUTERS

23 de setembro de 2010 | 08h22

Obama vai pedir a Israel e aos palestinos que olhem além das décadas de desconfiança e derramamento de sangue e resistam ao pessimismo, apoiando conversações entre as partes para a criação de um Estado palestino ao lado de Israel, convivendo em paz e segurança.

Nos trechos do discurso que fará na ONU, divulgados pela Casa Branca, Obama faz um chamado especifico às nações que prometeram apoio aos palestinos para que cumpram suas obrigações políticas e financeiras e "parem de tentar destruir Israel".

"Muitos neste recinto se consideram amigos dos palestinos. Mas este compromisso precisa agora ser apoiado por ações", dirá Obama, de acordo com os trechos do pronunciamento.

(Por Steve Holland e Alister Bull; reportagem adicional de Arshad Mohammed)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAPALESTINOSISRAEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.