Obama pressiona África do Sul em relação Zimbábue

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, falou por telefone com o presidente da África do Sul, Kgalema Motlanthe, e disse a ele que Pretória tem um papel importante na resolução da crise política no Zimbábue, informou a Casa Branca na quarta-feira. "O presidente Obama enfatizou a importância da liderança sul-africana como democracia forte e vibrante na África. Os dois líderes discutiram suas preocupações com a situação no Zimbábue", informou o comunicado da Casa Branca. "O presidente notou que a África do Sul tem um papel crucial para ajudar a encontrar uma solução para a crise política no Zimbábue". A economia zimbabuana está em ruínas com uma megainflação. Além disso, uma epidemia de cólera matou quase 2.900 pessoas desde agosto. As negociações de divisão de poder entre o presidente do Zimbábue, Robert Mugabe, e Morgan Tsvangirai, líder do principal partido de oposição, estão empacadas. O Departamento de Estado norte-americano disse na segunda-feira que a secretária de Estado, Hillary Clinton, está preocupada com a recusa de Mugabe em acertar um acordo e quer que a África do Sul, que tem o maior poder econômico e diplomático local, o pressione mais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.