Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Obama promete não repetir erros que causaram tragédia do Katrina

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu na quinta-feira à frustrada população de Nova Orleans que manterá seu compromisso com a restauração da cidade, devastada há quatro anos pelo furacão Katrina.

MATT S, REUTERS

15 de outubro de 2009 | 18h42

Em sua primeira visita como presidente a Nova Orleans, Obama prometeu que seu governo não repetirá os erros do seu antecessor, George W. Bush, na reação à tragédia, quando muitos moradores se sentiram abandonados pelas autoridades. E tentou se defender das críticas de que a verba federal para a reconstrução era escassa.

"Há todo tipo de complicações entre o Estado, a cidade e os federais na avaliação dos danos", disse Obama a um homem que o questionou num debate com moradores.

"Eu gostaria de simplesmente poder assinar um cheque - vocês dirão, por que não? - bem, sabem, há toda essa coisa da Constituição e do Congresso. Uma das coisas interessantes que você descobre sobre ser presidente é que todo mundo irá atacá-lo por gastar dinheiro, a não ser que gaste com eles (com quem ataca)".

Obama afirmou que, em agosto de 2005, Nova Orleans sofreu não só um desastre natural, mas também um "colapso de governo", e prometeu mais ajuda para a cidade e para o resto do litoral sul dos EUA que tenha sido afetado.

"Estamos comprometidos em garantir que um desastre como o Katrina não se repita", disse ele sob aplausos na Universidade de Nova Orleans. "Nunca esqueceremos Nova Orleans. Vamos reconstruí-la mais forte do que antes".

O presidente aludiu às críticas de que seus nove meses de mandato ainda não teriam resultado em nada concreto. Segundo ele, promover a mudança é difícil, "mas não desisto". "Não estou cansado, estou só começando".

Também houve queixas sobre a rapidez da visita - menos de quatro horas, antes de embarcar para um evento de arrecadação do seu Partido Democrata em San Francisco. O deputado republicano local Steve Scalise ironizou a visita chamando-a de "cúpula do daiquiri drive-through".

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.