Obama quebra precedente e não recebe Dalai Lama em Washington

O presidente norte-americano, Barack Obama, não irá se encontrar com o Dalai Lama durante a visita de cinco dias que o líder espiritual tibetano fará à capital dos EUA a partir desta segunda-feira, a primeira vez em 18 anos que ele visita Washington sem ver o presidente.

REUTERS

05 de outubro de 2009 | 20h46

Obama prefere esperar até depois de sua reunião com o presidente chinês, Hu Jintao, em novembro, antes de se encontrar com o Dalai Lama, possivelmente em dezembro, disseram autoridades.

A decisão de romper com o precedente e adiar qualquer encontro foi comunicada ao Dalai Lama no mês passado, quando Valerie Jarrett, conselheira-sênior de Obama, e Maria Otero, vice-secretária do Departamento de Estado, viajaram a Dharamsala, na Índia, para explicar a abordagem do governo em relação ao Tibete.

"A administração, eu acho, está ciente de quebrar um precedente (...) mas claramente eles têm seus motivos para isso e ele (o Dalai Lama) concordou com a decisão tomada", disse Kate Saunders, uma porta-voz do líder tibetano.

(Reportagem de David Alexander)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMADALAILAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.