Obama quer ampliar refinanciamento de hipotecas nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse na quinta-feira que está tentando ampliar o acesso de proprietários de imóveis ao refinanciamento de hipotecas, em um plano para ajudar o combalido mercado imobiliário e devolver dinheiro aos bolsos dos devedores.

MARGARET CHADBOURN, REUTERS

08 Setembro 2011 | 20h51

"Vamos trabalhar com as agências imobiliárias federais para ajudar mais pessoas a refinanciar suas hipotecas com taxas de juros que estão agora perto de 4 por cento", afirmou Obama em discurso no Congresso em que anunciou um pacote de 447 bilhões de dólares para estimular a geração de emprego.

Obama disse que o plano vai oferecer ajuda a "proprietários responsáveis" de imóveis e "será um passo que vai por mais de 2.000 dólares ao ano no bolso das famílias e dar um impulso a uma economia que ainda sofre com a queda dos preços imobiliários".

Técnicos da Casa Branca disseram que o Tesouro está em conversações com Fannie Mae e Freddie Mac e seu regulador --a Agência Federal de Financiamento Imobiliário-- sobre maneiras de ampliar o financiamento.

Mais conteúdo sobre:
EUA OBAMA HIPOTECAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.