Obama reitera apoio dos EUA a Estado palestino

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse nesta segunda-feira que os Estados Unidos apóiam fortemente a criação de um Estado palestino que viva "lado a lado" e em paz com Israel.

REUTERS

06 de abril de 2009 | 13h17

Obama reiterou a posição norte-americana após o novo ministro das Relações Exteriores israelense afirmar, na semana passada, que Israel não era obrigado a iniciar negociações para o estabelecimento de um Estado palestino, como prevê um acordo patrocinado pelos EUA.

"Deixe-me ser claro: os Estados Unidos apóiam fortemente o objetivo dos dois Estados, Israel e Palestina, vivendo lado a lado em paz e segurança", disse Obama em um discurso ao parlamento da Turquia.

"Nós não devemos ficar pessimistas e desconfiados agora. Precisamos perseguir cada oportunidade para o progresso", acrescentou, ao falar pela primeira vez sobre a questão da paz no Oriente Médio desde que o novo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, tomou posse e formou o novo governo.

Obama prometeu buscar ativamente uma solução para o conflito Israel-Palestina.

"Sabemos que o caminho pela frente será difícil. Tanto israelenses como palestinos precisam dar os passos necessários para construir a confiança", disse.

Em seu discurso, Obama também afirmou que procura se comprometer com o Irã.

Mas acrescentou: "Os líderes iranianos precisam escolher se tentarão construir uma arma ou construir um futuro melhor para o seu povo."

(Reportagem de Caren Bohan)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMAPALESTINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.