Obama rejeita comissão para apurar política antiterror de Bush

O presidente dos EUA, Barack Obama, rejeitou pedidos, inclusive de alguns colegas democratas, para a criação de uma comissão para investigar as políticas antiterror do governo George W. Bush, dizendo que não se ganharia nada com isso.

REUTERS

21 de maio de 2009 | 15h32

"Eu me opus à criação de tal comissão porque eu acredito que nossas atuais instituições democráticas são fortes o suficiente para dar conta disso. O Congresso pode inspecionar os abusos de nossos valores, e há inquéritos em andamento no Congresso sobre questões como técnicas intensificadas de interrogatório", disse ele em um pronunciamento sobre segurança nacional, em Washington.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAOBAMATERRORBUSH*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.